Keyla Sobral – Mínimo / Múltiplo / Incomum

DESENHO DIÁRIO.

A artista visual Keyla Sobral faz exposição individual.


Desenhos feito palavras, palavras escritas feito desenho. É assim que se faz a exposição individual “Mínimo. Múltiplo. Incomum”, da artista visual Keyla Sobral, que abre dia, 17 de agosto, no Museu da UFPA, às 19:00h. E já que “a arte é um modo de reunir afetos”, como diriam Gilles Deleuze e Félix Guatari, Keyla reúne em seus quase trinta desenhos – traçados em nanquim, pastel e tinta -, seus afetos, histórias e muita verdade poética.

Segundo Keyla o desenho é uma constante em seu percurso artístico, “sempre desenhei, mesmo quando trabalho desenvolvendo outros processos artísticos, como web art, o desenho faz parte do processo”. De linhas extremamente sutis, o desenho de Keyla Sobral pode ser comparado tanto com artistas, tanto com poetas, trabalhos onde a formalidade da escrita se dilui quando encontra a linha.

“Keyla expõe, em desenhos delicados e pungentes, sentimentos profundos. Este trabalho traz a tona uma desenhista visceral e sensível que fala das dificuldades de adaptação a velocidade da vida contemporânea, das pequenas alegrias, da solidão, da saudade. Tem a coragem de revelar aquilo que lhe toca.” Afirma o curador da mostra Orlando Maneschy. Para ele, o público irá se identificar com a mostra, pois ela revela “formas de viver, sobreviver as pequenas violências do cotidiano, bem como emoções fortes, como o amor”, complementa.

Para esta exposição a artista diz “faço uma espécie de percurso intimista, revelador,onde trafego entre meus sentimentos e os materializo”. Keyla Sobral iniciou sua carreira artística em 2002, e já participou de exposições no Pará, São Paulo e Alemanha. Também possui vários prêmios em seu currículo, como Menção Honrosa XI Mostra de Arte Primeiros Passos do CCBEU (2003), 2º Grande Prêmio do Salão Arte Pará – 2005; Prêmio Aquisição XI Salão Pequenos Formatos UNAMA (2005), além de ter sido Mapeada pelo projeto RUMOS ITAÚ CULTURAL(2005/2006).

SERVIÇO:
MÍNIMO.MÚLTIPLO.INCOMUM.
Exposição de Keyla Sobral
abertura: 17 de agosto
hora: 19hs
período da exposição: De 17 de agosto a 30 de setembro
Local: Museu da Ufpa
Endereço: Av. José Malcher, 1192 – Nazaré.
Telefone: 32240871

Sobre MUFPA

O Museu da Universidade Federal do Pará, o único museu federal de artes visuais da Amazônia, vem desde 2003 se reestruturando para melhor guardar e avivar a memória de si e do outro. O prédio que abriga esse museu é uma construção do início do século XX, mas precisamente de 1903, conhecido como palacete Augusto Montenegro, foi projetado pelo arquiteto italiano Filinto Santoro para ser a residência particular do então Governador do Estado do Pará, Augusto Montenegro. Este arquiteto que viveu no início do século XX em Belém, era formado pela Academia de Nápoles. Para o projeto, Santoro buscou informações no estilo arquitetônico renascentista italiano, bem como parte dos materiais utilizados na construção do prédio e sua mão de obra era oriunda da Itália. Lugui Bisi foi o mestre de obras e construtor do prédio.
Esse post foi publicado em exposições e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s